Um é pouco: MPE descobre que governo possui dois aparelhos de interceptação telefônica

As investigações do MPE [Ministério Público Estadual] ainda estão no início, mas já começaram as comprovações de abusos cometidos pelo governo do Acre: o estado não tem só um, mas dois aparelhos capazes de interceptar ligações telefônicas.

O novo fato foi revelado pelo procurador Edmar Monteiro, responsável pelas investigações. Segundo ele, o aparelho é da empresa Wytron Technology Corporation, adiquirido antes do guardião e com eficiência superior.

A investigação começou quando a Procuradoria da República no Acre pediu que o MPE, através de uma representação, iniciasse a abertura de um procedimento. Inicialmente o trabalho seria centrado no aparelho guardião. No entanto, o procurador Edmar Monteiro descobriu que o Estado tem outro equipamento.

O único problema é descobrir onde está, e se está sendo usado. O MPE decidiu investigar os dois equipamentos. O Procurador Edmar Monteiro informou que o wytron é mais eficiente que o guardião. Existe a dúvida se pode ser manuseado sem o uso da empresa de telefonia, facilitando os grampos ilegais.

A Secretária da Casa Civil, Márcia Regina, que era a Secretária de Segurança Pública responsável pela manutenção do guardião, recebeu um oficio do Ministério Público para que repasse, em 10 dias, todas as informações sobre o uso dos equipamentos de interceptação telefônica.

O uso destes aparelhos no Acre já virou caso de polícia e ganhou as manchetes dos jornais semanas atrás. Até uma CPI dos Grampos foi proposta na Assembleia. Há suspeita de os telefones de políticos da oposição, jornalistas e empresários estejam grampeados para atender interesses do governo petista.

O Secretário de Segurança Ildo Renir Graebner declarou que é impossível fazer escutas telefônicas sem o desvio do sinal pela operadora, o que ocorre somente com autorização judicial.

 

Da Redação do Acrealerta.com

Envie uma resposta