Sete escolas da Prefeitura de Rio Branco estão sem receber recursos

070616-politica-marciobatista-tvgazetaUma nova denúncia que chegou à Câmara de Vereadores de Rio Branco mostra porque algumas escolas estão passando por uma forte crise financeira.

Ao menos sete unidades de ensino não estão recebendo os recursos do PDDE – o Programa Dinheiro Direto na Escola, do Governo Federal. Essa verba é direcionada para ajuda nas despesas das escolas.

A vereadora Lene Petecão levantou esses dados depois que visitou a escola do Benfica, na AC-40. Segundo a parlamentar estava faltando gás para fazer a alimentação escolar.

Até os pequenos reparos não estavam sendo feitos, porque o caixa da unidade está vazio. A escola não recebeu durante todo o ano passado os recursos do PDDE.
Para piorar, não está contando com outro recurso do PFNE, que foi criado pela prefeitura de Rio Branco em 2012. O projeto é garantir autonomia financeira para os diretores.

De acordo com a vereadora Lene Petecão, outras seis escolas estão passando pelo mesmo problema e vai exigir uma reposta da prefeitura para saber por que esses recursos desapareceram.

“É inacreditável que a prefeitura deixe essas escolas sem recursos até para comprar um produto para a merenda escolar”, declarou.

O secretário de Educação de Rio Branco, Márcio Batista, confirmou que sete escolas ficaram sem receber os recursos do PDDE. O Ministério da Educação alega que não houve a prestação de contas de 2014 e, por isso, o repasse ficou bloqueado.

“Houve um equívoco, mas já estamos resolvendo o problema”, explicou. Quanto ao recurso municipal, o secretário garantiu que ele começa a ser pago até o próximo mês.

As informações são do site Agazeta.net, por Adailson Oliveira.

Envie uma resposta