Promotora é encontrada morta dentro de seu apartamento em Rio Branco

6c4d7518-a12a-431e-8738-d62a4108f279A promotora Nicole Gonzales Arnoldi foi encontrada morta dentro de seu apartamento por volta das 18h deste domingo (29), no Condomínio Florença, em Rio Branco, Acre.

Nicole era natural da cidade de Araraquara, interior de São Paulo, e tinha 35 anos. Dentre os casos de maior repercussão que a promotora atuou, destaque para o processo que resultou no bloqueio e condenação da empresa TelexFREE.

leia também

TelexFREE não terá direito à indenização por figurar em lista de ‘não recomendada’

Segundo informações preliminares, vizinhos ouviram disparo de arma de fogo no apartamento da promotora e acionaram a polícia Ao chegar no local, a encontraram com um tiro na cabeça.

Colegas de trabalho informaram que Nicole sofria de depressão profunda, o que pode ter motivado um suposto suicídio.

Não venha, não venha”, disse Nicole ao colega promotor e vizinho.

Informações de policiais que estiveram no apartamento da vítima revelam que a discussão ouvida minutos antes do disparo que ceifou a vida da promotora teria ocorrido com colegas de trabalho, também promotores, que tentavam impedir o suicídio.

Nicole teria ligado para sua mãe dizendo que cometeria suicídio. Imediatamente, a mãe da promotora ligou para um colega de trabalho da filha, também promotor e vizinho de Nicole, na tentativa de impedir a tragédia, o que não foi possível. Quando os amigos conseguiram arrombar a porta, já encontraram a promotora agonizando.

A atuação mais recente da promotora foi a investigação de um linchamento na cidade de Bujari, interior do Acre.

Mais detalhes a qualquer instante.

Envie uma resposta