Presos após perseguição policial são responsáveis por morte de adolescente e mais três tentativas de homicídio em Rio Branco

presosDaniel da Silva Barros (19), Pedro Correia Gomes (33) e Saulo Mendes Furtado, foram apontados pela Delegacia de Homicídios (Dhpp), como responsáveis diretos pela morte do adolescente de 14 anos, assassinado no bairro Canaã e também por três tentativas de homicídio registradas no bairro Nova Morada, região do Calafate. As ocorrências foram registradas no mesmo dia e nas ações foram utilizados uma moto e um veiculo, ambos com restrição de roubo.

De acordo com o delegado Remulo Diniz, foi solicitado perícia no veículo apreendido e na arma utilizada para os crimes, os resultados apontaram positivos para as duas ocorrências onde houveram vítimas.

Na ação também foi preso, Luan Bastos de Melo, de 21 anos, que era monitorado pelo sistema penitenciário e foi indiciado pelos crimes de receptação e posse ilegal de arma de fogo, já que os veículos roubados e a arma foram encontrados na casa dele.

“Nós descartamos a hipótese de que ele teria participado dos crimes pois fizemos uma pesquisa junto ao sistema penitenciário e a tornozeleira nos apontou que ele não estava nesses lugares no horário em que aconteceram os crimes. Como estava sendo monitorado ele só fazia o papel de guardar os objetos ilícitos usados pelos comparsas e tudo foi encontrado em sua residência”, disse o delegado.

Luan, ainda segundo o delegado também responde pelo crime de homicídio em liberdade. Ele foi responsável pela morte de Rafael Pereira da Silva, ocorrida no início do ano enquanto brincavam de roleta russa numa residência abandonada.

Todos devem passar por audiência de custódia na manhã desta quarta-feira (06), mas, o delegado já solicitou o apoio da justiça, com base no inquérito investigativo para que mantenha as prisões.

As informações e imagem são da página Repórter Lília Camargo.