Nutricionista explica como escolher o peixe para a Semana Santa

peixeNo período da Semana Santa aumenta o consumo de peixes por parte dos acreanos. A nutricionista Francisca Santiago dá dicas de como escolher um bom peixe para consumo, formas corretas para armazenamento do pescado, escolha do local certo para comprar o produto e os benefícios que o peixe traz à saúde dos seres humanos.

"São três pontos fundamentais para que você possa escolher um peixe de qualidade: o odor, a coloração e a textura desse pescado. Isso garante que você vá adquirir um alimento com segurança e com melhor aproveito nutricional", explicou.

Ela ressalta ainda que é necessário observar as escamas, pois essas precisam estar firmes. "O outro ponto é você olhar o olho desse peixe, ele não pode estar afundado. É necessário também verificar as brânquias, a cor tem que estar em uma coloração rosada e não pode apresentar um líquido viscoso, tipo uma baba, porque aí ele já não está em um processo bom", disse.

Armazenamento e limpeza

Francisca Santiago dá dicas de como o pescado deve ser limpo e armazenado. "Ao comprar o pescado você deve limpar, tirar as escamas o mais rápido possível, e não deixar ele exposto, porque ele se deteriora rápido", disse.

Ela explica que se o pescado for consumido imediatamente os cuidados devem ser outros. "Se você for consumir imediatamente deve ser feita limpeza e colocada dentro da geladeira. Agora se for para armazenar, higienize o mais rápido possível e ponha para conservar no refrigerador abaixo de 15 graus", explica.

Cuidados na comercialização

A nutricionista reitera que o consumidor deve ficar atento toda vez que for buscar um alimento em pontos de vendas abertos.

"O consumo deve prestar atenção, é muito importante olhar se é um ponto de venda livre, é necessário ver se o peixe está no isopor refrigerado. E se tiver equipamento de refrigeração, você precisa perceber se esse equipamento realmente está refrigerado, porque às vezes ele não está", informou.

Benefícios do consumo do peixe

Para a nutricionista o consumo do peixe é bastante benéfico, embora a população ainda não tenha o costume de consumir o peixe.

"Se comparado com a carne vermelha os benefícios nutricionais do peixe são bem maiores. Ele tem proteínas de melhor digestão, tem uma série de minerais, bastante zinco, ferro, magnésio, fósforo, além de ter uma gordura melhor do que a gordura da carne vermelha", explica.

Francisca Santiago diz ainda que o peixe reduz o risco de doenças cardiovasculares, melhora os processos do desenvolvimento cerebral e melhora os processos inflamatórios.

As informações são do G1 AC. Colaborou Aline Vieira, da TV Acre.

Envie uma resposta