‘Nada demais’, diz cantor que deu tapa na mulher em Cavalgada; veja vídeo

Um vídeo que viralizou nas redes sociais mostra o momento em que o cantor sertanejo Hangell Borges dá um tapa no rosto de uma mulher durante a Cavalgada 2016, ocorrida no domingo (24) em Rio Branco. No final de 2014, ele foi preso por agredir um homem, que sofreu fraturas na mandíbula e maxilar, também na capital do Acre.

Ao G1, o cantor afirmou que viu a repercussão do vídeo nas redes sociais, porém negou que tenha havido agressão. A mulher que aparece nas imagens é Franciele Idalino, que é casada com ele. “Se fosse agressão, muita gente teria interferido. Para mim e para ela não foi nada demais, até me assustei com a repercussão”, falou.

Franciele concorda com o marido e também nega que tenha sido agredida. Ela disse que as imagens foram capturadas no momento em que Hangell fez uma “brincadeira de mau gosto” e, por isso, pareceu que os dois estavam brigando.

“Em nenhum momento nos agredimos com palavra ou com nada. Depois, ele me puxou e me beijou. O vídeo reproduziu somente a parte como se ele estivesse me agredindo. Foi uma brincadeira sem graça e estou chateada com toda a essa situação”, acrescentou Franciele.

VEJA VÍDEO AQUI

Entenda o caso
Hangell Borges foi preso no final de 2014, em Rio Branco, por espancar Fábio Germano no dia 30 de novembro no bairro Habitasa. O pivô do caso teria sido a própria Franciele Idalino. O cantor foi solto no dia 30 de março de 2015 após audiência de instrução no Fórum Criminal da capital.

Toda a briga começou depois de a vítima supostamente ter enviado uma mensagem para o celular de Franciele. No entanto, quem visualizou a mensagem foi o cantor, que começou a responder como se fosse a namorada até descobrir o endereço de Fábio.

Segundo a família, a agressão começou um soco, que fez Germano cair desacordado. Em seguida, Borges teria dado chutes e até pisado no rosto da vítima. Somente depois da intervenção de algumas pessoas que estavam no local, o cantor teria se contido. Franciele negou qualquer envolvimento com a vítima.

Após sofrer a grave agressão, o estudante Fábio Germano foi submetido a uma cirurgia para implantação de mini placas de titânio no rosto. O procedimento foi feito no dia 4 de dezembro, em Cruzeiro do Sul, distante 648 km da capital, e durou cerca de 1h30.

As informações são do G1 AC, por Caio Fulgêncio.

Envie uma resposta