Ladrões violam túmulos e furtam peças em cemitério de Rio Branco

jazigo-cadaxoA administradora Aryanny Cadaxo teve uma surpresa desagradável ao chegar no jazigo da família dela no sábado (25). Ela conta que o local teve várias peças arrancadas e furtadas de dentro do Cemitério São João Batista, em Rio Branco. Além do jazigo da família, Aryanny afirma que outros túmulos foram violados. O G1 entrou em contato com a prefeitura da cidade e foi informado que o órgão deve se posicionar posteriormente.

“Deu uma indignação tremenda. Achei que era só o túmulo do meu avó, fiquei tentando entender o que tinha acontecido, mas aí vi que tinham outros. Pagamos uma pessoa para cuidar do túmulo e ela disse que foram vários túmulos”, diz a administradora.

Aryanny conta que foi avisada por uma pessoa que cuida dos túmulos dos avós e do tio. Ela revela que foram levadas as letras do nome da família, os porta-retratos dos parentes, entre outras peças. A administradora disse que a ação dos criminosos ocorreu na sexta (24), mas a família só foi avisada no sábado, quando a pessoa responsável pela limpeza do jazigo chegou.

“Não sei se são ladrões ou drogados que levaram para trocar as peças furtadas. Tiraram a parte que vale dinheiro. Minha mãe ficou chateada e disse que não iria até o local para não ficar nervosa, então, eu fui. A situação estava bem feia e não procurei ninguém, só chorava. Tínhamos acabado de trocar a foto da minha avó, colocado uma dela sorrindo e queria olhar para minha avó e não encontrei”, lamentou.

Também no sábado, o monumento do poeta Juvenal Antunes foi depredado e a placa, que continha um poema e parte da biografia foi furtada. O suspeito tentou levar ainda a mesa do monumento, mas foi impedido por moradores da Gameleira.

As informações são do G1 AC, por Aline Nascimento.