acrealerta.com

Sex24102014

Última atualização:Qui, 23 Out 2014 8pm

FacebookTwitterRSS Feed

Artigos

Delegacia Virtual já recebeu 182 pedidos de ajuda desde janeiro

O governo do Estado, por intermédio da Secretaria de Segurança Pública (Sesp), oferece à população a comodidade de registrar pequenas infrações, perda de documentos, desaparecimento de pessoas e até crimes de baixa complexidade, como furto, na comodidade do próprio lar, através da internet.

Desde janeiro desde ano está em funcionamento a Delegacia Virtual através do número 181. O público interessado no serviço, acessará  o portal www.seguranca.ac.gov.br, vai em Delegacia Virtual e escolhe a opção que desejar. Preenche o formulário e envia ao destinatário.

Após análise por parte do coordenador Geral da Delegacia Virtual os dados são checados e, estando corretos, a queixa será validada. Em um prazo de máximo de 24 horas o solicitante será contatado e notificado sobre o andamento do seu caso.

Segundo a coordenadora da Delegacia Virtual, agente de Polícia Civil Tatiane Nascimento de Araújo, desde sua implantação dia 28 de janeiro desde ano já foram registradas 182 ocorrências.

“Embora a delegacia esteja em pleno funcionamento durante 24 horas, a demanda ainda é reprimida por falta de divulgação e desconhecimento”.

O coordenador-geral do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (CIOSP) delegado José Henrique Mercel, a falta de maior divulgação era necessário para que os operadores se familiarizassem com a nova ferramenta e pudessem fazer um atendimento com qualidade para o usuário do sistema.

Henrique reconhece que o tempo entre, pedido e resposta está  muito longo. Mas garante que estão em andamento projetos de aperfeiçoamento para melhorar o atendimento com a intenção de baixar esse tempo.

Disk denúncia

No mesmo dispositivo e ambiente da Delegacia Virtual está em pleno funcionamento um serviço não menos importante e com enorme aceitação do público que é o Disk denúncia pelo telefone 197.

A Sesp se cercou dos cuidados necessários para combater os trotes. Há garantias que a pessoa que faz a denúncia jamais será identificada e tem garantias de sigilo absoluto.

A ideia é identificar paradeiros de foragidos da justiça, ponto de venda de drogas, prostituição infantil, abuso contra menores e adolescentes, sequestro, cárcere privado e demais crimes que a população queira denunciar.

Até a última segunda feira, dia 15. Haviam usado o Serviço, 1.339 pessoas.

As informações são da Assessoria Sesp, por Nonato Souza.

"Os comentários publicados nas matérias não representam a opinião do Acrealerta.com, sendo a responsabilidade inteiramente de seus autores."