Fronteira: Sequestro de brasileiro por policiais bolivianos gera protesto e falta de combustível

fronteiraMais de 20 carretas impedidas de atravessar para Bolívia

Mais de 20 carretas estão impedidas de atravessar de Epitaciolândia, no Brasil, para o Departamento de Pando, na Bolívia. A causa do fechamento da fronteira ainda é o protesto da família de Sebastião Nogueira do Nascimento, raptado por policiais bolivianos na semana passada. A família bloqueou a Ponte Internacional há seis dias.

Sentindo falta de combustível nos postos de abastecimento, mototaxistas bolivianos também fecharam a ponte em protesto. O perigo é grande do lado brasileiro porque as carretas não estão estacionadas em pátios. Estão na rua.

“É uma carga perigosa. Não tem pátio. E a carga está toda armazenada na rua. A população está em perigo”, reclama o empresário Pablo Cardoso.

Para tentar resolver o problema, representantes do Ministério Público do Departamento de Pando e do Consulado da Bolívia se reuniram com representantes do Ministério Público do Estado do Acre.

O MP de Pando alegou que Sebastião Nogueira do Nascimento é acusado de integrar uma quadrilha que sequestrou um jovem na Bolívia ano passado. “Ocorre que a prisão de um cidadão brasileiro por meio de um sequestro é ilegal”, explicou o promotor de Justiça de Epitaciolândia, Ildo Maximiano.

O promotor lembrou que foi o rapto do brasileiro ocorrido na semana passada foi a segunda tentativa executada pelos policiais bolivianos. Em novembro do ano passado, acompanhado por policiais brasileiros, houve a primeira tentativa de levar Sebastião do Nascimento à força para o território boliviano.

O consulado da Bolívia tentou fazer com que a Polícia Federal resolvesse o problema. “A Polícia Federal não quer assumir a responsabilidade: falam que não é jurisdição federal”, lamentou o cônsul da Bolívia no Brasil, Vladmir Hurtado.

Por Almir Andrade.

14 Comentários

  1. Title

    […]Wonderful story, reckoned we could combine a handful of unrelated data, nevertheless really really worth taking a search, whoa did one particular understand about Mid East has got far more problerms at the same time […]

  2. Title

    […]although web-sites we backlink to below are considerably not connected to ours, we feel they’re in fact worth a go via, so have a look[…]

Comments are closed.