Ex-subtenente que matou sargento dentro de quartel é reintegrado à PMAC

sargentoUm mandado de segurança expedido pela Justiça do Acre ordenou que o ex-subtenente José Adelmo dos Santos Alves, acusado de matar um sargento dentro do Comando da Polícia Militar do Acre (PM-AC), seja reintegrado à corporação. A decisão foi assinada pelo comandante-geral da PM, coronel Júlio César, na segunda-feira (21), e publicada no Diário Oficial do Estado(DOE) nesta quarta (23).

Alves é acusado de matar o segundo sargento Paulo Andrade, no dia 26 de novembro de 2016. A vítima teria sido atingida por um tiro de pistola ponto 40 dentro do Comando-Geral da PM. Ele foi expulso da corporação no dia 26 de abril deste ano.

O G1 entrou em contato com o Tribunal de Justiça do Acre (TJ-AC) para saber detalhes da decisão e aguarda retorno da assessoria de comunicação.

Em junho deste ano, a Justiça do Acre acatou a tese da defesa do ex-subtenente e considerou que o réu é inimputável, quando a pessoa não tem condições psicológicas de responder pelo ato. Além disso, determinou que Alves fique três anos internado tratando as doenças por medida de segurança.

O comando da PM informou, por meio da assessoria de comunicação, que vai cumprir a determinação de reintegrar em suas fileiras o militar da mesma forma como tem cumprido todas as decisões do Judiciário.

As informações são do G1 AC,