Black List: Conheça as supostas Pirâmides Financeiras atuais e planejadas para 2017

Atentos ao risco de novos golpes, enquanto não se define uma legislação específica para tratar sobre o tema, acrealerta iniciou um levantamento acerca das supostas fraudes e lança a Black List 2017 das principais supostas pirâmides financeiras promovidas no Brasil e no mundo.

Esta lista permanecerá  on line e será semanalmente atualizada, como forma de orientar possíveis investidores sobre os riscos.

IMPORTANTE: denúncias e informações, anônimas ou não, acerca destas e novas empresas podem ser enviadas através da fanpage https://www.facebook.com/acrealerta ou para acrealerta@gmail.com.

Black List Pirâmides Financeiras 2017

  1. MYNETS CLUB
  2. GO-LIBERTY
  3. D9 CLUBE
  4. ALIANÇA ON LINE
  5. FUEL AGE
  6. WOLKEBCLUB
  7. 7BEEGOO
  8. PRIME SYSTENS
  9. COOPER PRIME
  10. DISCOVERY MUNDI
  11. K1 VIVA O EXTRAORDINÁRIO
  12. TELEXBIT
  13. DIVVEE SOCIAL
  14. PHONER
  15. INTINITYBTC
  16. I7 GROUP
  17. TIPSCLUB
  18. MINERWORLD
  19. ON LIFE
  20. PROSPERITYCLUBE
  21. NEWHOPEX

Atualizações a qualquer instante…

leia tudo sobre o bloqueio da TELEXFREE

CONHEÇA A LEGISLAÇÃO

Lei nº 7.492/1986

Define os crimes contra o Sistema Financeiro Nacional

Art. 16. Fazer operar, sem a devida autorização, ou com autorização obtida mediante declaração falsa, instituição financeira, inclusive de distribuição de valores mobiliários ou de câmbio: Pena – Reclusão, de 1 (um) a 4 (quatro) anos, e multa.

Lei nº 1.521/1951

Crimes contra a Economia Popular

Art. 2º São crimes desta natureza: IX – obter ou tentar obter ganhos ilícitos em detrimento do povo ou de número indeterminado de pessoas mediante especulações ou processos fraudulentos (“bola de neve”, “cadeias”, “pichardismo” e quaisquer outros equivalentes).

Lei nº 6.385/1976

Crimes contra o Mercado de Capitais

Art. 27-E. Atuar, ainda que a título gratuito, no mercado de valores mobiliários, como instituição integrante do sistema de distribuição, administrador de carteira coletiva ou individual, agente autônomo de investimento, auditor independente, analista de valores mobiliários, agente fiduciário ou exercer qualquer cargo, profissão, atividade ou função, sem estar, para esse fim, autorizado ou registrado junto à autoridade administrativa competente, quando exigido por lei ou regulamento: Pena – detenção de 6 (seis) meses a 2 (dois) anos, e multa.

Lei nº 8.137/1990

Crimes contra a Ordem Econômica

Art. 7°. Constitui crime contra as relações de consumo: VII – induzir o consumidor ou usuário a erro, por via de indicação ou afirmação falsa ou enganosa sobre a natureza, qualidade do bem ou serviço, utilizando-se de qualquer meio, inclusive a veiculação ou divulgação publicitária; […] Pena – detenção, de 2 (dois) a 5 (cinco) anos, ou multa.

Código Penal

Estelionato

Art. 171 – Obter, para si ou para outrem, vantagem ilícita, em prejuízo alheio, induzindo ou mantendo alguém em erro, mediante artifício, ardil, ou qualquer outro meio fraudulento: Pena – reclusão, de um a cinco anos, e multa, de quinhentos mil réis a dez contos de réis. Essas práticas constituem, também, ilícitos civis contra o Consumidor e a Ordem Econômica, podendo ensejar a reparação dos danos causados individual ou coletivamente. Ademais, os fraudadores podem responder aos órgãos encarregados de fiscalização, sujeitando-se a multas e outras penalidades administrativas.

leia tudo sobre o bloqueio da TELEXFREE

Comments are closed.